Gustavo Alonso

Gustavo Alonso, perfil

Doutor em Historia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) com a tese “Cowboys do Asfalto: música sertaneja e modernização brasileira” (2011). A tese encontra-se no prelo para ser publicada pela editora Civilização Brasileira. Fez doutorado-sanduíche na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (Paris-França). Mestre pela UFF, a dissertação de mestrado foi publicada sob o título de “Simonal: quem não tem swing morre com a boca cheia de formiga”, pela Editora Record em 2011. De agosto de 2012 a janeiro de 2014 foi papereditingexpert.com bolsista de fixação de doutor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Foi professor temporário do Depto. de História da Universidade Federal Fluminense (UFF) entre julho de 2011 e agosto de 2012. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil República, História Cultural e Cultura de Massa.

Pesquisa

Título
Canções apológéticas à ditadura.

Resumo
A pesquisa busca entender os valores e questões circulantes na música apologética a ditadura. Parte da premissa de que durante a ditadura dos anos 70 não havia a chamada “hegemonia cultural das esquerdas”, como defendeu Roberto Schwartz em texto seminal, mas um largo consenso social sustentando o regime, cujas canções apologéticas e/ou sintonizadas com o governo eram a tônica.

Palavras-chave/Interesses temáticos

música popular; música sertaneja; MPB; ditadura; memória

E-mail de contato

gustavoaaf@ig.com.br

Lattes